Botões

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Três milhões de pessoas pretendem investir em estudos aponta pesquisa

Segundo a Caixa Econômica Federal, cerca de 30 milhões de trabalhadores irão sacar seu salto de FGTS nos próximos meses, injetando aproximadamente 44 bilhões de reais na economia do país, sendo que R$ 13 a R$ 16 bi serão destinados ao consumo pelas famílias.

O Google compartilhou uma pesquisa com seus parceiros locais, entre eles a Search Optics, que aponta que 53% da população tem intenção de utilizar o saldo assim que estiver disponível, além disso, 13% vai investir no consumo de produtos e 10% farão investimentos em educação. Para o presidente LATAM da Search Optics, Eduardo Cortez, o momento é favorável para as empresas aproveitarem a intenção de consumo que os próximos meses trarão.

“A estimativa de março foi que cerca de R$ 1,2 bi de investimentos adicionais de consumo foram inseridos ao mercado brasileiro. Para os próximos meses, a previsão é ainda mais positiva e pode chegar a R$ 2,1 bi em abril e R$ 2,4 bi em maio. É uma boa oportunidade para as empresas direcionarem ou redirecionarem seus investimentos pensando no comportamento do consumidor, que pode mudar durante todo o ano”, acredita Cortez.

Em destaque, o segmento de educação se apresenta como opção de investimento de muitos brasileiros. Segundo a pesquisa, 3 milhões de brasileiros estarão favoráveis a destinar o saldo do FGTS à educação, o que pode representar boas oportunidades para as empresas do setor fazerem ativação de marketing neste momento.

Outro dado que a pesquisa traz é que 22% da população também pretende utilizar seu saldo para compra de celulares, o que pode ampliar o acesso mobile a internet ou ainda melhorar a navegabilidade dos usuários. “Para o setor de educação esse cenário é promissor, uma vez que o público-alvo das instituições é, em sua grande maioria, jovens que utilizam a internet como meio principal de informação. O mercado mobile – aquele voltado para ações de marketing digital para dispositivos móveis – torna-se vantajoso”, explica Cortez.

Para o especialista, este é momento de aproveitar a entrada de novos recursos na economia e direcionar parte dos esforços de marketing para o público que deseja investir o valor do FGTS em estudos. “Através de ações bem estruturadas de marketing digital para o segmento de educação, é possível atrair mais leads qualificados, uma vez que as estratégias podem ser segmentadas e direcionadas para públicos específicos”, conclui Cortez.


Fonte: Eduardo Cortez, presidente da Search Optics para a América Latina, em 18/04/2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário